• A quem interessa a anulação de colaborações premiadas?;
  • Contam-se nos dedos da mão erros da lava-jato, afirma Barroso;
  • Nos eua, moro diz que caixa 2 é pior do que corrupção.

A quem interessa a anulação de colaborações premiadas?
O procurador da República Alan Mansur aborda em artigo publicado no Estadão a discussão sobre a anulação do acordo de colaboração premiada da Odebrecht por supostos vazamentos ilegais de documentos.
O procurador afirma que o acordo, negociado durante 10 meses, envolve muitas pessoas do meio político e de altas autoridades estatais. O acordo prevê também a devolução de cerca de 10 bilhões aos cofres públicos.
A quem poderia interessar a anulação de tal acordo? Afirma que a alegação de nulidade sequer foi proposta pelos advogados dos investigados.
Decerto, vazamentos são prejudiciais às investigações e os responsáveis devem ser punidos. Porém, o vazamento em si não invalida a própria colaboração, que é ato de defesa.
Os únicos beneficiados pela eventual anulação destes acordos são os investigados.
O procurador adverte que a anulação de provas por um vazamento sem autor conhecido seria um risco à Lava-Jato, pois poderia invalidar uma série de acordos firmados previamente.

Link da notícia

Contam-se nos dedos da mão erros da lava-jato, afirma Barroso
Em entrevista à revista Veja, o Ministro do STF, Luis Roberto Barroso, elogiou a condução da Operação Lava-Jato.
Disse que já houve erros, maus momentos, mas que numa operação que já dura três anos, fiscalizada pelos melhores advogados do país e pela imprensa, contam-se nos dedos de uma mão os erros cometidos.
O Ministro elogiou o trabalho do juiz Sérgio Moro e dos procuradores do Ministério Público, e disse enxergar na Lava-Jato um aprofundamento das mudanças iniciadas com o processo do Mensalão, em particular uma mudança de paradigma na impunidade, na leniência e no compadrio que tradicionalmente existiram no Brasil.

Link da notícia

Nos eua, moro diz que caixa 2 é pior do que corrupção
Em palestra na Universidade de Harvard, o juiz Sérgio Moro afirmou que o caixa 2, ou a corrupção para o financiamento de campanha, é pior do que o desvio de recursos para enriquecimento ilícito.
A razão, segundo o juiz, é que o caixa 2 é um crime contra a democracia.
Disse lhe parecer indevida a diferenciação que alguns têm tentado fazer entre a corrupção para fins de enriquecimento ilícito e a corrupção para o financiamento de campanha.
O juiz aproveitou a oportunidade para defender o projeto das 10 medidas contra a corrupção, pois acredita que a atual tipificação do caixa 2 impede uma pena mais justa.

Link da notícia

Percebem um certo desespero em tentar atingir a operação Lava-Jato? O que acham disso? Concorda com o Ministro Barroso que a operação Lava-Jato mais acertou do que errou? Você tem opinião formada sobre o caixa 2? Deixem ai seus comentários, não se esqueçam de curtir esse vídeo e assinar o canal.

Se achar que alguma notícia merece destaque, ou se quiser ver algum tema tratado com maior profundidade mande sua sugestão para: news@icomply.com.br

IComply, aprimorando pessoas, fortalecendo empresas

icomply-wp

View all posts

Add comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *