• As 124 empresas mais éticas do mundo em 2017;
  • Compliance no Brasil e suas origens;
  • A instituição financeira ING sob investigação por corrupção

As 124 empresas mais éticas do mundo em 2017
O instituto Ethisphere anunciou as 124 empresas consideradas como as mais éticas do mundo.
Segundo o CEO do instituto, as empresas listadas têm características comuns, como o investimento em comunidades locais, a adoção de estratégias de diversidade e inclusão se concentram no longo prazo. Essas empresas são, em suma, transformadoras pois reconhecem que a integridade é a chave para o seu avanço.
O instituto Ethisphere defende que o valor financeiro e a ética estão inexoravelmente ligados entre si. Numa análise sobre o preço das ações de empresas cotadas em bolsa, verificou que as melhores opções de investimento são os títulos das empresas homenageadas.
Não há nenhuma empresa brasileira entre as mais éticas do mundo, mas existem muitas multinacionais com operações no Brasil, como, por exemplo, Kellogg, Xerox e Starbucks.
Link da notícia

Compliance no Brasil e suas origens
Após a entrada em vigor da lei 12.846, chamada lei da Empresa Limpa, o termo “compliance” foi definitivamente incorporado à linguagem dos empresários brasileiros.
Isso porque, se de um lado a lei e seus decretos regulamentadores previram novas sanções para atos de corrupção, de outro lado explicou o modo como evitá-las ou atenuá-las, ou seja, com o auxílio de um programa de Compliance ROBUSTO.
No entanto, o Compliance não é de todo novo no Brasil. Com particulares efeitos no meio bancário, em 1998 o Brasil incorporou ao direito nacional as regras emitidas pelo Comitê da Basiléia e passou a contar com uma lei específica de Combate à Lavagem de Dinheiro, a lei 9.613.
Tais instrumentos legislativos obrigaram as instituições financeiras a criar mecanismos eficazes de avaliação de riscos e controles interno, nos moldes dos programas de integridade que vemos hoje.
Portanto, embora não se possa dizer que o conceito de Compliance seja novo no Brasil, o novo marco legal ampliou a necessidade de conformidade e trouxe a possibilidade de atenuação de sanções, o que não ocorria antes.
Link da notícia

A instituição financeira ING sob investigação por corrupção
A instituição financeira ING está sob investigação pelas autoridades holandesas por suspeitas de corrupção e lavagem de dinheiro no Uzbequistão. Autoridades americanas, por sua vez, solicitaram informações ao banco.
A informação foi publicada no relatório anual da ING. O porta-voz do procurador da Holanda afirmou que as suspeitas também levam a crer que a ING falhou em revelar, de modo tempestivo, as irregularidades às autoridades investigadoras.
Em nota, o banco disse estar colaborando com as autoridades holandesas e americanas.
Link da notícia

Você sabia que havia um rank das empresas mais éticas do mundo? O que achou do fato de não existir nenhuma empresa brasileira? O que achou do fato das ações dessa empresa serem mais valorizadas? Quando foi a primeira vez que você ouviu a expressão “Compliance”? Sabia que ela já existia como uma realidade para os bancos? Deixem ai seus comentários, não se esqueçam de curtir esse vídeo e assinar o canal.

Se achar que alguma notícia merece destaque, ou se quiser ver algum tema tratado com maior profundidade mande sua sugestão para: news@icomply.com.br

icomply-wp

View all posts

Add comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *