A partir de hoje teremos DOIS News por semana: um na segunda e outro na quinta.
O foco do News mudou um pouco também: vamos procurar levar até vocês notícias mais construtivas, ou seja, aquelas nas quais você e sua empresa consigam extrair algo de útil para o seu cotidiano.
Pretendo ampliar um pouco mais os comentários sobre as notícias, buscando auxiliar a REFLEXÃO sobre o tema noticiado.
E vamos iniciar uma série de vídeos focados em conteúdo de Compliance e ações anticorrupção.
Esperamos ter entrevistas com profissionais de Compliance. Um quadro que trate dos fundamentos de um Programa de Compliance e um quadro que trate de Opinião sobre temas relevantes de Compliance.
Gradativamente vamos introduzindo esses vídeos e modelos no canal, amanhã, começamos com o News no novo formato.
Espero que aproveitem.

  • Por que o ISO 37001 é a próxima bola da vez;
  • Não premie compliance com bônus

Por que o ISO 37001 é a próxima bola da vez
Ninguém mais discute que a certificação ISO 9001, que trouxe normas de administração e gestão de empresas, é um grande sucesso. Especialistas apostam que a ISO 37001, que padroniza a gestão do risco de corrupção, terá sucesso semelhante.
Segundo Edoardo Lazzarini, tem-se hoje condições e necessidades empresariais similares às existentes em 1987, quando a ISO 9001 foi elaborada, a saber:
• A existência de um problema empresarial global, com impactos relevantes na sociedade;
• Regulação legal ambígua e/ou conflitante;
• Crença entre os profissionais da área de que a solução passa por uma abordagem empresarial geral.
A ISO 37001 tem um aspecto prático relevante e tem ganhado reconhecimento global. A Microsoft anunciou que irá adotar o padrão, enquanto que o Walmart afirmou estar estudando sua implementação. Países como Cingapura e Perú também estão analisando como empregar o padrão nos setores públicos e privados.
Estudos nos Estados Unidos demonstram que, no período de 10 anos, empresas que adotaram o ISO 9001 tiveram melhora financeira significativa quando comparadas a empresas que não obtiveram a certificação.
Estima-se que, com o ISO 37001, as empresas também serão beneficiadas tanto internamente, pois os processos internos serão aprimorados; quanto externamente, pois o mercado tomará ciência da implementação de sistemas de combate à corrupção reconhecidos internacionalmente.
Link da notícia

COMENTÁRIO:
Sua empresa se interessa pelo ISO 37001? Você já teve contato com o texto? O que achou?
Parece-me que ela é sim um futuro possível e até provável, só não tenho certeza se, a maioria das empresas brasileiras que estão engatinhando no conhecimento e entendimento sobre o que é um Programa de Compliance teriam condições de implementá-la.
De qualquer forma, na dúvida, vale a pena ter contato com o ISO 37001 e pedir a opinião de um profissional da área

Não premie compliance com bônus
Medidas disciplinares claras e diretas constituem uma parte relevante de qualquer programa de compliance.
Porém, o que fazer se os colaboradores respeitam as normas internas de conformidade? A empresa deve premiá-los com algum bônus?
De acordo com profissional de compliance Michele la Neve, não se deve premiar colaboradores em compliance. A razão é simples: o comportamento adequado e em conformidade é o único aceitável. Em última análise, é isso o que significa ter uma cultura corporativa pautada pela ética.
Qualquer outra abordagem passaria a mensagem de que o compliance é algo excepcional e não a regra.
Link da notícia

COMENTÁRIO:
O que você achou da opinião de que não se deve premiar, com bônus, aquele profissional que segue todas as regras? Será que o Compliance não é algo excepcional, ainda, aqui no Brasil?
Eu concordo, FILOSOFICAMENTE, com a opinião exposta. Ou seja, ninguém deveria ser premiado por fazer o que é correto. Só não acho que estamos, pelo menos aqui no Brasil, nesse momento sócio cultural.
Acho essencial que todos estudemos a filosofia e o “dever ser” de qualquer tema ou matéria do conhecimento humano, entretanto, acredito, que em posse desse conhecimento não podemos, e não devemos, deixar de sopesar esse conhecimento com a realidade na qual estamos inseridos.
Dito isso (repito: concordo com a matéria filosoficamente falando), EU acredito que os profissionais que seguem as regras, no Brasil, devem sim ser premiados.
Eu acho que a demonstração, por parte da empresa, ao reconhecer que um funcionário agiu corretamente, é um sinal claro de que a empresa quer aquela conduta replicada por todos.
É um sinal claro de que tipo de funcionário a empresa quer em seus quadros laborais.
Já falamos um pouco aqui no canal de que não existe governo corrupto com povo honesto. Temos que encarar a realidade.
Talvez todos nós precisemos de um pouco de incentivo e direcionamento para qual o caminho a ser seguido e eu não vejo, PELO MENOS NESSE MOMENTO, que agraciar um funcionário com um bônus por seguir as regras seja algo equivocado. Eu acredito que deva ser algo incentivado.
O que se deve criar são CRITÉRIOS de como os funcionários terão direito a esse bônus. E certamente esses critérios devem envolver AÇÕES DE CONSCIENTIZAÇÃO que buscam uniformizar a cultura do Compliance na empresa.
Esse, parece-me, é o caminho: premiar as pessoas que incorporam as condutas tidas pela empresa como adequada.
Qual a sua opinião?

Se quiser saber mais sobre Compliance e ações anticorrupção assinem o canal.

Se achar que alguma notícia merece destaque, ou se quiser ver algum tema tratado com maior profundidade mande sua sugestão para: news@icomply.com.br

IComply, aprimorando pessoas, fortalecendo empresas

icomply-wp

View all posts

Add comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *