• O que pesa contra o genro de Silvio Santos na Lava Jato;
  • Corrupção faz mais uma baixa na FIFA;
  • United anuncia mudanças para melhorar a experiência do passageiro

O que pesa contra o genro de Silvio Santos na Lava Jato
Fábio Faria, deputado federal recém casado com Patrícia Abravanel, filha de Silvio Santos, é investigado pela Lava-Jato.
Segundo delatores da Odebrecht, o deputado era identificado como “garanhão” e “bonitão” nas planilhas do departamento de propina da empresa.
Informações dão conta que o deputado teria recebido 100 mil reais da Odebrecht para sua campanha em 2010, além de 350 mil reais destinados à campanha do seu pai, Robinson Faria, para governador do Rio Grande do Norte.
Sobre o casamento, Silvio Santos manifestou alguma preocupação ao dizer: “tomara que dure. Gastar a nota que Patrícia está gastando e depois descasar é muito ruim”.
Link da notícia

Corrupção faz mais uma baixa na FIFA
Mais um executivo da FIFA (5) pediu o afastamento de suas funções para defender-se de acusações de corrupção nos tribunais americanos.
Trata-se do Sheik Ahmad Al-Sabah, do Kuwait, que foi associado a uma rede de tráfico de influências e subornos no futebol. A acusação partiu de Richard Lai, membro do Comitê de Auditoria da FIFA, que tem contribuído com as autoridades americanas.
O atual presidente de instituição, Gianni Infantino, agradeceu ao Sheik por ter tomado essa decisão difícil, mas que é do melhor interesse para a FIFA.
Link da notícia

United anuncia mudanças para melhorar a experiência do passageiro
A empresa United (6) divulgou um comunicado de imprensa no qual anuncia a mudança em suas políticas para melhorar a experiência do passageiro.
Dentre as novas regras, a companhia se compromete a:
1. limitar o uso de agentes de segurança apenas para casos em que houver algum risco ao passageiro;
2. não solicitar ao passageiro já acomodado no voo que abra mão de modo involuntário de seu assento, a menos que sua segurança esteja em risco;
3. aumentar o incentivo financeiro para a desistência voluntária a até 10 mil dólares;
4. fornecer mais treinamento e capacitação para seus colaboradores;
5. reduzir os casos de overbooking.
O CEO da companhia aérea, Oscar Muñoz, destacou que todo consumidor merece ser tratado com dignidade e respeito. Há algumas semanas, a empresa esteve em desconformidade com esse princípio e manifestou seu pedido de desculpas.
Disse, ainda, que ações valem mais do que palavras e que, agora, a empresa está tomando medidas concretas para casos como que vimos nas últimas semanas não se repitam.
Link da notícia

O que achou de mais um deputado estar envolvido em investigações por conta de delações? Mais um afastamento da FIFA, será que a entidade vai se modificar? United: percebem como a falta de procedimentos e políticas claras causou um escândalo que certamente abalou a empresa? Deixem ai seus comentários, não se esqueçam de curtir esse vídeo e assinar o canal.

Se achar que alguma notícia merece destaque, ou se quiser ver algum tema tratado com maior profundidade mande sua sugestão para: news@icomply.com.br

IComply, aprimorando pessoas, fortalecendo empresas

icomply-wp

View all posts

Add comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *